20150523_120045

Caminho de Santiago de Compostela – parte 2

28 de maio de 2016
0

7° dia: Carrion de los Condes a León – 112 km  7
Hoje o pedal foi puxadissimo!

Saímos de Carrion de los Condes as 9h e chegamos em Leon as 19h!

Mais um record pessoal: 112 km pedalados hoje! Já fiquei cansada de bater records! kkkkkk

Agora Basta! Vou continuar pedalando, a partir de agora, dentro dos meus limites.

No caminho encontrei um taxista q me tentou e cobrou 50 euros p me levar até o final do percurso (faltavam uns 35 km….) ele disse q o q estávamos fazendo era coisa de profissionais e perguntou se eu era profissional….

COMO? EU, PROFISSA? ??? NÃO! !!!!

mas tb não achei justo pegar um táxi. …

Pensei comigo mesma: vim p pedalar não foi? Então lembrei do bloco do meu saudoso carnaval de Olinda: “SE NÃO GÜENTA, PAQUÊ VEIO?”

Foi assim q eu cheguei. ….

20150518_180813

8° dia: León a Astorga – 55 km   8
Dia muito tranquilo , nos demos o direito de acordar tarde. Depois de um passeio por Leon que é lindíssima, saímos sem pressa, sob um dia muito agradável!

Passeamos pelo hotel San Marcos do filme “The Way”, pela ponte do Rio Orbigo e depois chegamos na catedral e no castelo de Gaudi, que são fabulosos.

20150522_113846

20150522_171515

Vim cantando desde o hino nacional, ao frevo e à oração de San Francisco de Assis, que passou por aqui…

9° Dia: Astorga a Ponferrada – 54 km   9

Foi o melhor dia até agora!

Um pedal justo, lindo, uma subida incrível (até a Cruz de Ferro) e a melhor descida da minha vida (15 km descendo quase 1000 metros! Numa paisagem inesquecível!).

Na Cruz de Ferro deixamos a pedra que carregamos desde o início do caminho – simbologia da pedra – que significa algo que queremos vencer, superar, deixar para trás…

20150523_131359  20150523_152251

E depois chegamos em uma pequena cidade chamada Molinaseca, que tem piscinas naturais absolutamente congeladas: água derretida da neve das montanhas ! Claro q tomamos um banho abençoado q despertou até a alma!!!!!

Em Ponferrada comemos um Polvo maravilhoso, incomparável!

20150523_204433  20150523_205753

Dormimos em Ponferrada e super recomendo que deem uma volta na cidade! Super linda, com um castelo medieval incrível!

20150523_202415

20150523_202845

10º Dia: Ponferrada a Triacastela – 72 km    10

Subimos o Cebrero, com um grau de dificuldade muito alto: 1.320 metros de variaçao altimétrica em menos de 8 km.

20150524_162825

Coisas do Caminho:

Estávamos em Sahagum, uma pequena vila na metade do percurso até Santiago e uma vendedora foi bem grossa comigo. Eu estava olhando os postais na frente da loja dela e ela me perguntou se eu ia comprar. Eu disse q estava apenas olhando e ela prontamente puxou o q estava na minha mão e disse: se não for p comprar não veja….

Eu agradeci a “gentileza” dela e disse q este era um lugar para ninguém vir.

Após 5 minutos, eu posei p marcelo tirar uma foto minha na frente de um mosteiro medieval e um rapaz se ofereceu p tirar uma fotos nossa. Obviamente aceitamos e ele c apenas um click conseguiu o que, se fosse planejado, talvez passássemos a manhã inteira tentando e não conseguiríamos este nível de sincronização. … simplesmente amei esta foto, inclusive porque foi na hora q Joaquim Noberto estava passando, daí que ficamos os 3 bem naturais!

20150521_115511

Então segui o caminho pensando como podemos estar no lugar certo, na hora certa ou exatamente o contrário. ….

O dia foi abençoado demais!

20150524_083350Ja começou bem pois a primeira coisa q comi foi a rosquinha que minha avó Lola fazia qdo era viva! Tenho certeza q foi ela quem me mandou, abençoando meu caminho hoje!

 

Depois eu me deparei c uma plantação de cerejas deliciosas e ontem eu tinha falado várias vezes q eu nunca tinha visto um pé de cereja na minha vida. Foi Santiago quem me enviou as cerejas!

20150524_101129

E depois eu passei na frente de uma cidadezinha bem simples e estava bem na hora da missa. Como marcelo, padeiro e jairo já estavam bem na frente, pensei em parar mas continuei p não atrasar. Mas, para minha surpresa, Alan, que é judeu, parou e fez um gesto q queria entrar. Claro q aproveitei e entrei tb. Estava bem na hora de pedir por nossos irmãos falecidos e rezei por minha vovó Lola, tio Chico, tia Rosa e vovô Enildo. Logo depois, rezamos o Pai Nosso e nesta hora um mar de lagrimas já escorria no meu rosto. Para minha surpresa, Alan tb estava chorando e uma pessoa que estava sentado no meio da igreja foi até a água benta, pegou um pouco e passou no ombro e na mão de Alan. Impressionante.

20150524_102622

Logo era a hora de desejar a Paz de Cristo e todos da igreja se abraçaram numa emoção só!

Impossível explicar as Coisas do caminho….

20150524_163357

11° dia: Triacastela a Palas del Rey – 74 km    11

Dia absurdamente puxado…. achei ainda pior que o Cebrero…. pela segunda vez eu pensei em pegar um táxi…

Nos perdemos e pedalamos vários quilómetros na direção errada!

Teve uma hora, já no finalzinho, que eu disse p marcelo que já tinha chegado no meu limite. Queria chorar…aliás, chorei, e muuuito e cantei a musica: “Segura na mão de Deus e vai….”

Só assim eu cheguei….   20150525_105534

Passamos no Monastério de Samos e na saída um peregrino desabafou em voz alta: “a minha mochila está mais pesada do que um casamento…”

Passei o resto do dia pesando o peso do meu casamento… 20150512_163336

Bom, quem realmente me conhece sabe que haveria uma possibilidade altíssima de arrumar um lugarzinho na minha mochila (lembrando q pesava apenas 5,4 kg! ) para trazer comigo, em todo o meu CAMINHO, MINHA SOMBRINHA DE FREVO!!!!!!

Depois de 11 dias escondida, finalmente eu retirei a sombrinha para fazer um homenagem: o FREVO PERNAMBUCANO DEVIDAMENTE REPRESENTADO NO CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA!!!!

20150525_160133

Dormimos na pousada: “a casinha do Marcelo” que é um brasileiro super simpático que nos recebe com um balde de água quentinha para mergulhar nossos pés cansados e gelados!

20150526_080308

12° dia: Palas del Rey a Santa Irene – 47 km  12

Pedal leve, pois queríamos conhecer um albergue rural. Foi uma experiência única: o dono nos recebeu com cortesia, depois nos deixou com a chave do albergue e foi embora. Apenas pediu que deixasse a chave pendurada na porta no dia seguinte. Éramos vários peregrinos e bicigrinos e resolvemos fazer um jantar de despedida do Caminho, regado a um bom vinho e pizza!

20150526_195553

Nosso propósito era dormir bem perto de Santiago para chegar na Catedral as 12h e assistir a famosa missa do Peregrino.

Foi o último por-do-sol antes de chegar em Santiago! Lindissimo!

20150526_214803

13° dia: Santa Irene a Santiago de Compostela – 24 km   13a

Antes de chegar, subimos o Monte do Gozo, onde avistamos, ao longe e pela primeira vez, a Catedral de Santiago de Compostela!

La estava, agora ao alcance de nossos olhos, nosso destino!

Muito gratificante concluir que com muita fé e perseverança, conseguimos alcançar o nosso objetivo!

20150527_111559

Chegamos! !!!!!

Chegar em Santiago, depois de pedalar 850km, ver a alegria nos olhos e sorriso de um monte de gente que também conseguiu realizar sua meta e chegar, e as 12h assistir a missa do peregrino é uma emoção q não tem palavras. Lá encontramos vários amigos que fizemos ao longo do caminho! Uma emoção sem descrição!

20150527_125845

Eu sou só sentimentos…

20150527_122939

“Entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura, sara todas as feridas, ensina-me a ter Santidade, quero Amar somente a TI porque o Senhor e meu bem maior, faz um Milagre em mim…’

Uma tradição muito linda de lá é ir por trás de San Tiago e dar um abraço no santo! E o padre, durante a missa, fala o nome de um por um dos peregrinos que conseguiram chegar ! (tem que dar o nome antes, tá?)

Obrigada a todos que me enviaram força e palavras carinhosas durante o percurso!

Não foi fácil, mas começaria tudo de novo!

Dedico este caminho a meus familiares e amigos que estão sempre presentes em meus pensamentos! 20150527_185358

 

 

 

 

E a foto oficial do grupo lá em Santiago! Não deixem de provar a tortinha de Santiago! E sugiro muito que passem ao menos uma noite la! O astral é muito gostoso, a cidade é uma graça! A comida é ótima, e a companhia das pessoas felizes e realizadas é contagiante!

20150527_133532