20161005_150935

FAZER UM CRUZEIRO: 20 dicas que você precisa saber

15 de outubro de 2016
0

Uma viagem de Cruzeiro

img-20161008-wa0080

Comprei as passagens para comemorar o aniversário de 70 anos de meu pai e minha mãe. A idéia do Cruzeiro surgiu do fato de meus pais, ao contrário da filha, não gostarem nem um pouco de viajar… (há fortes indícios que eu sou adotada… kkkkk). Eles me dão 2 grandes motivos: acham um horror fazer e desfazer malas e mudar de banheiro! Assim, pensei que apenas num navio eles fariam as malas apenas uma vez e o quarto com o banheiro, os acompanhariam durante toda a viagem. Realmente foi a melhor escolha! Eles adoraram a tranquilidade, a mordomia, a fartura de comidas e a comodidade de um cruzeiro!

20161003_131832

Vou contar um pouco de nossa aventura pois, como sempre tem que acontecer comigo, uma viagem nunca é absolutamente previsível e de repente, estávamos “presos” em alto mar devido ao furacão Mathew!

20161005_195345SELECIONEI 20 DICAS BÁSICAS DO QUE VC PRECISA SABER ANTES DE EMBARCAR NO NAVIO:

1- faça a reserva com muuuita antecedência para garantir um bom preço e um bom lugar no navio. Fiz a reserva há 10 meses, desta forma, pude escolher entre várias opções, além de ter dividido o pagamento ao longo dos meses de forma que, ao embarcar, já estava com a viagem paga.

20161005_200422

2- Fiz a reserva através de uma agência de viagens on line chamada : dreamlines cruise. Achei excelente pois foram muito claros e me ofereceram cabines internas por um valor bastante acessível.

20161005_200439

3- A não ser que você queria ostentar um pouco, eu jamais compraria uma cabine20161005_004607 externa (que tem um valor quase o dobro da cabine interna) apenas para ver o mar pela janela de vidro, que eu posso ver inteirinho dos decks superiores do navio… Além disto, ainda ha a opção de cabine com varanda, que você vai pagar um horror apenas por 1 ou 2 metros quadrados para uma mesinha e duas cadeiras com vista “exclusiva” para o mar. Pode ser que para você vale a pena, mas para mim, realmente prefiro economizar o dinheiro para a próxima viagem! Kkkkk

4- A grande sacada da cabine interna é que quando você apaga as luzes, tem a20161005_004816 sensação de cegueira total. Eu abria e fechava os olhos e não havia qualquer diferença… Isto para mim, que sou oftalmologista, foi uma experiência inusitada. Nunca havia podido descrever a cegueira de forma tão real…

5- Apesar da hora do embarque ser às 16h, o check in já está disponível desde às 12 horas, assim você pode entrar com calma, conhecer sua cabine e começar a usufruir das várias opções do navio. Sem falar que já tem direito ao almoço tipo buffet! Super recomendo chegar o mais cedo possível!

20161003_160635

6- Ao se aproximar do porto, você já deve ter guardado o número de sua cabine, pois o local do seu desembarque do carro/taxi no cais do Porto estarão de acordo com esta numeração. Lá estará um funcionário que vai etiquetar a bagagem e já alí a deixaremos conforme o número da habitação e só a reencontraremos posteriormente no quarto. Devemos pagar uma gorjeta que pode ser de aproximadamente 2 dólares por bagagem.

20161003_130329

7- Uma coisa importante é levar na mala de mão uma muda de roupa e as coisas que você poderá precisar até as 20 horas, pois até lá pode ser que sua mala ainda não tenha sido entregue no quarto. Às vezes demora mesmo. Basta dizer que o nosso navio tinha mais de 2000 pessoas, de 76 nacionalidades diferentes! Uma grande e linda torre de Babel!

20161006_212445

8- Na hora do check-in no navio você receberá um formulário para ser respondido, um por família com mesmo sobrenome. Passa no Raio X igual ao controle do avião e qualquer bebida será confiscada e provavelmente não a ve20161003_223900rá novamente. Portanto, não leve nada de bebida. Sobre comidas, não perguntei, mas já vou adiantando que tem tanta fartura no navio que a última coisa que você pode pensar em levar deve ser comida! Além da quantidade, tem uma variedade enorme de comida e de cozinhas: ocidental, mediterrânea, oriental, árabe, etc. Não há controle de peso na bagagem, mas o bom senso recomenda que levemos coisas leves e suficientes para a quantidade de dias que passaremos embarcados. Sem exageros!

20161003_223906

9- Você receberá a chave em forma de cartão que também servirá de cartão de crédito para todas as compras realizadas a bordo. Não perca esta chave por nada neste mundo e eles tem um quiosque para vender uma espécie de crachá que pendura no pescoço, para ter este cartão sempre preso a você, de forma que dificilmente perderá. Claro que você também pode levar um de casa e economizar uns 6 a 10 dólares.

20161006_143417

10- Na entrada serão oferecidos vários pacotes de bebidas a bordo (isto se o seu navio não for all inclusive em relação a bebidas – normalmente os cruzeiros da Royal Caribean são melhores, mas não tem a bebida incluída, exceto água e uma limonada deliciosa!). Há pacotes para refrigerantes à vontade (incrível como o pessoal é viciado em coca-cola! Desde o café da manha já estão enchendo seus copos enormes com este veneno!) e para bebidas alcóolicas. Se você for um bom bebedor de drinks e cerveja, pode valer a pena (custa 65 dólares por dia). Como bebemos pouco, não comprei nenhum destes pacotes. Apenas compramos uma garrafa de vinho nos jantares (custa a partir de 28 dólares a garrafa e se você não tomar toda, eles guardam para o jantar do dia seguinte). E comprei este drink no primeiro dia, que custou 14 dólares.

20161003_171734

11- Nas lojas de duty free do navio você pode comprar bebidas alcóolicas, mas não vá pensando que poderá bebê-las lá mesmo pois não pode. Você faz a compra e eles guardam. Só entregarão a você no último dia antes de desembarcar.

20161006_230139

12- Se estiver viajando com crianças ou adolescentes, eles colocarão uma pulseira de identificação para que possam ser incluídos nos programas próprios para suas idades. Eles são bem rígidos e como Nando tem 11 anos e o grupo teens (que era o de Mari) é só a partir de 12 anos, não teve argumento que convencesse para que os dois ficassem juntos no teens. Todos os dias você receberá um jornalzinho com toda a programação do dia seguinte. Além disto, tem uma tela interativa em cada deck orientando tudo que está acontecendo no momento e as atrações seguintes para que você possa se programar. Imagine que você pode fazer aulas de dança, curso de dobrar toalhas e guardanapos de forma artísticas, curso de esculturas de gelo, fazer buggee jumping, escalar paredão, conversar e bebericar nos vários bares do navio, ficar na piscina e entrar nas brincadeiras promovidas pelos recreadores para todas as idades, ir ao spa, treinar na academia muito bem equipada, correr na pista de cooper, assistir filmes, peças musicais e comédias, participar das festas a noite, cada boate ou ambiente com musicas e ritmos diferentes para você escolher, etc, etc. São tantas as opções que nesta hora você deseja ser clonado20161005_191328

20161006_00541020161005_194035

20161006_004643

13- Procure ver a partida do navio do cais do porto. Sempre é uma vista diferente e normalmente coincide com o por do sol. Vale umas dezenas de fotos… Uma outra coisa que vale comentar é sobre o balanço do navio, que amedronta muita gente. Bom, posso garantir que os navios maiores e mais modernos contam com um sistema eficiente de estabilização que faz com que nós não sintamos o movimento e as ondas. Claro que navios menores (e mais velhos) isto não acontece e eu mesma já tive oportunidade de viajar em navios da costa brasileira que quase não conseguia caminhar em linha reta. Mas, de forma geral, os navios americanos e europeus são bastante tranquilos e seguros. Para não dizer que não senti nada, apenas no último dia, já próximos à costa de Miami, devido a passagem do furação no dia anterior, eu senti o movimento, mas que era incrivelmente desproporcional quando comparado ao mar muito agitado que estávamos atravessando.

img-20161008-wa0060

14- Todo navio tem uma seção de compras duty free, mas a dica é deixar para o último dia pois eles sempre fazem grandes promoções.

20161005_125440

15- Sobre os passeios nas paradas, o navio sempre oferece uma lista com os preços das atrações e acho ótimo dar uma olhada com calma em tudo para se ter uma idéia do que se quer fazer. Mas a grande dica é: NÃO compre nada pelo navio. Fica muito mais caro! Vou dar o exemplo do que aconteceu conosco: entre umas 8 opções do que fazer em Cozumel – México, estavam ir a Praia Mia que é um parque inflável dentro d’água do mar e se paga 30 dólares por pessoa apenas para entrar e dá direito a brincar no parque (39 dólares por pessoa), ou ir visitar uma réplica de uma Vila Maia (a um custo de 59 dólares por pessoa). Não contratamos nada.

20161005_195728

16- Simplesmente saímos do navio e fomos em busca de taxi local. Conversamos com o taxista que nos cobrou 20 dólares por pessoa para dar um passeio de 3 ou 4 horas em toda a ilha, passando por vários pontos de observação e parando para tirar fotos, passando uma ou duas horas em uma praia lindíssima de aguas cristalinas (Playa Palancar) que não precisamos pagar nada para entrar, apenas o que consumir, passar pela Vila Maia, fazer uma demonstração de como se faz a tequila mexicana e provar umas originais (podendo comprar também) e finalmente passear entre as lojinhas do centro comercial da ilha – o motorista Alberto do taxi número 1 é excelente guia. Recomendo aos que quiserem ser mais organizados de dar uma ligadinha/ou enviar msg por wapp para ele antes de ir e já deixar reservado o programa! Uma pessoa tranquila e muito profissional. Contato Alberto Romero: 9878005251.

20161005_122540

17- Para o dia do jantar do comandante recomendo uma roupa elegante, mas realmente é um exagero alugar um terno ou smoking (como vemos vários cartazes de alugueis no navio). Fazemos uma foto com o comandante – coitado, a cada viagem tem que tirar mais de mil fotos com os passageiros, sempre sorrindo e de bom humor! O nosso era venezuelano e tinha uma paciência de Jó!

img-20161008-wa0101

18- Tire várias fotos oficiais do navio, eles ficam muito boas mesmo, mas sinceramente, pense mil vezes antes de adquiri-las. O preço por foto é um abuso: 20 dólares. Claro que deixando para o final e selecionando várias você termina ganhando um bom desconto.

img-20161008-wa0100

19- Sobre as gorjetas: procure deixar claro que o pacote que você pagou inclui as gorjetas para a tripulação. Acho uma ótima opção pois não precisamos ficar preocupados em quanto devemos dar a cada uma das pessoas que nos serviu. Além disto, este pagamento (que não é pouco!) será dividido junto com todo o valor ao longo dos meses. Fica muito mais tranquilo, mas ainda assim, as vezes acontece das pessoas terem sido tão solícitas que a gente ainda quer dar mais um extra e certamente são muito bem aceitos!

20161006_225859

20- E a última dica, é que definitivamente um cruzeiro é uma grande opção de passeio para pessoas de todas as idades. Há entretenimento suficiente para manter uma criança, um adulto e um idoso ocupado! Além disto, é bem indicado para pessoas com dificuldade de deambulação, deficientes físicos e até os mais gordinhos que não poderiam viajar de avião pois, mesmo que comprassem duas cadeiras, a mesinha da poltrona da frente pode não abrir e a viagem seria extremamente incômoda. Somando-se a isto, há o fato de que, se for calcular na ponta do lápis os custos de uma viagem contando a hospedagem, o deslocamento/transporte no dia a dia, a alimentação e os passeios no local, a opção do navio pode ser a mais econômica! Pense nisto na hora de escolher suas próximas férias!

20161005_151930

As dicas foram úteis? Espero seu comentário!

There are no comments yet. Be the first to comment.

DEIXE UM COMENTÁRIO