20160915_142141

Lima em 3 dias

15 de outubro de 2016
1

Lima em 3 dias

img-20160917-wa0096

A capital do Peru é uma cidade de mil encantos. Esta é a minha quarta vez aqui e agora vou escrever umas dicas que você deve considerar na hora de sua visita. Não vou me ater aos programas mais clássicos, como o city tour no centro de Lima, Cusco ou Machu Picchu. Claro que não ha qualquer vestígio de desconsideração, mas estes já são tão certeiros que você vai encontrar informações em todo material turístico sobre o Peru. Aqui vou tentar dar umas sacadas mais diferentes, fugindo um pouco do tradicional!

20160917_170608O ponto de partida para começar a ter uma idéia de Lima é ir ao centro bem cedinho, caminhando sem pressa, captando toda a atmosfera da cidade, visitando a Catedral de Lima, a Plaza de Armas e a Plaza Mayor. As 12 horas acontece a troca de guarda do Palácio Municipal, que também vale a pena a foto. Pertinho também deve visitar o convento de San Francisco, do século XVII e as catacumbas da cidade. Provavelmente você nunca viu tanto osso humano junto, imaginando que na época não havia cemitério e todas as pessoas eram enterradas no mesmo lugar… Há um tour de ônibus que custa 27 dólares e dura 4 horas, visitando todos os principais pontos turísticos em Lima.

20160915_144449 img-20160915-wa0129

20160915_142202

Almoçamos na Cebicheria La Mar, em Miraflores. Pedimos uma entrada de Cebiche Clássico (68,00 soles – praticamente 1 sol = 1 real) que vem com 3 tipos de peixe e cortes, absolutamente delicioso. Este restaurante é famoso pelos cebiches fresquinhos! Como prato principal pedimos uma sopa de Chupe de Camarones (69,00 soles) e um Arroz Norteño de Lagostines (129,00) para dividir para 4 pessoas. Claro que não podia faltar o Pisco Sour! Impecável!

20160915_144453

De lá, fomos ao Shopping Larcomar para uma vista iluminada da costa do oceano Pacífico. Este é uma parada obrigatória para todos que vão a Lima. Basta dizer que eu fui todas as 4 vezes! Há várias lojas famosas e restaurantes gourmets. Tomamos um chocolate quente e um alfajor na Havanna.

img-20160916-wa0032 img-20160916-wa0039

Nosso hotel foi escolhido pelo congresso, um luxo e uma equipe extremamente solícita. Swissotel. O banheiro é enorme, o tamanho de pelo menos 3 banheiros normais e o café da manhã tem uma diversidade incrível. Imaginem que até carne e feijão podemos encontrar. Mas nunca vi uma agua mineral Evian tão cara na minha vida: 30 soles uma garrafa! Mais caro que o uber do hotel para o aeroporto!

20160916_123534 20160916_104824 20160916_111056

No dia seguinte fomos visitar o Museu do Larco. Se você tiver que escolher um museu na sua viagem, não pense duas vezes: vá para este! Um espaço lindíssimo, muito agradável, um jardim de tirar o folego e 45.000 peças. A entrada custa 30 soles e aceita estudantes pela metade do preço. Fizemos uma visita guiada (inclusive você pode escolher uma guia que fale português!) e para isto se paga 35 soles a mais, mas é personalizada. A nossa foi Suzanna e me encantou seu entusiasmo e seus detalhes nas explicações. O dono e idealizador é o Rafael Larco Hoyle, que não era um historiador, mas um entusiasta por história pré-inca. Ai podemos entender que os Incas são apenas uma das diversas civilizações peruanas, e inclusive uma das mais jovens (1470 DC). Apenas é a mais conhecida pois eram quem es20160916_124356tava na época da colonização espanhola! Não tem como não ficar impressionada com a riqueza de informações e de significados de tudo que se passou por aqui, inclusive em civilizações (pré-incas) tão antigas quanto as pirâmides do Egito! Sou apaixonada pela civilização Mochica e a quantidade de cerâmicas antigas: neste museu está o maior arquivo de cerâmicas do Peru! Centenas de garrafas com caras humanas (chamadas HUACOS). Aprendemos um pouco também sobre a civilização de Machu Picchu e Nazca. Há uma sala erótica onde foram encontradas cerâmicas representando várias cenas sexuais, inclusive, a primeira representação de masturbação da história.

20160916_130244

20160916_131456Ao final, dentro do museu há um restaurante tão famoso que está no Trip advisor , Travallers choice e Frommers. São pratos bastante elaborados e saborosos, mas recomendo que faça reserva antes, pois vive sempre cheio. Funciona para almoço e jantar. Não deixe de provar o mousse de lúcuma (que é uma fruta muito popular no Peru).

Fomos e voltamos de taxi. E aí fica uma dica: não pegue os taxis de rua. O sistema Uber e Easy taxi funcionam muito bem, sendo inclusive, este último mais barato.

Almoçamos no Segundo Muelle que é um restaurante na orla de Miraflores, especializado em comidas do mar. Provamos cebiches deliciosos e só o cardápio já é uma obra prima. Fica exatamente a beira mar e podemos caminhar um pouco sentindo os respingos da água do mar.

20160916_150910  img-20160916-wa0161 img-20160916-wa0162img-20160917-wa0034

A tarde, vale20160915_095711 uma visita no Huaca Huallamarca (200 anos AC). Fica a 300 metros do meu hotel e a entrada custa 5 soles. No início o local era unidade política, que reunia grupos sociais com mesma cultura, língua e crença. Depois foi abandonado e virou cemitério com tumbas de acordo com a cultura.

20160915_092815 20160915_092555

O museu é apenas uma pequena sala mas tem uma múmia real de cócoras e envolta em roupas, peruca e máscara de madeira: ritual como eram enterradas, juntos com os utensílios e comida, acreditando serem necessários após a morte. Depois, podemos recorrer a área externa e subir até o topo. Aqui também tem visita guiada, mas ela não estava no momento que eu fui.

20160917_213305 20160917_210922

A noite, super recomendo um passeio para ver o Circuito Mágico da Agua. Está aberto todos os dias, menos segunda-feira e tem 3 shows diários (7:15h, 8:15h e 9:30h). Vale a pena ver o show de alta tecnologia que mistura música, agua, som e luzes de laser. São 13 fontes de água, e algumas iterativas. Está no livro dos Guiness como o maior complexo de fontes em parque público do mundo e por ter a fonte com o gêiser mais alto (80 metros). O ingresso custa 4 soles e foi inaugurado em 2007.

20160917_212900 img-20160918-wa0002

20160918_000216Se quiser uma dica para um bar-restaurante bem descolado a noite: Bravo.

O chef Cristian Bravo faz os pratos com muito capricho e ainda manda umas cortesias de provas… cada opção de petiscos mais deliciosa que a outra.

20160918_000117 20160917_232056

20160917_164127Não deixe de ir a um mercado de artesanato! Sugiro o Mercado Inca, na rua Petit Touer. São tantas cores e tanta diversidade de objetos, feitos de peles de alpacas, algodão peruano, madeira e muita prata! Lindo de ser ver e sempre tem algo muito interessante para levar de souvenir. Aceitam cartão e pagamento em soles ou dólares.

20160916_172605 20160916_182022

20160917_135404Outro ponto que vale muito a pena é a visita a Huaca Pucllana, que é a maior reserva pré-inca dentro da cidade, em Miraflores. Huaca quer dizer sagrado e no século V era um importante centro cerimonial e administrativo.

20160917_160319 20160917_160324

20160917_141319 20160917_135806

Também é importante reservar se quiser almoçar ou jantar no restaurante de la. Servem comidas típicas peruanas e eu provei a carne de Alpaca que é muito recomendada.20160917_141727 Também provei o porquinho da índia. Ambos saborosíssimos, apesar de ter pena dos animaizinhos. Todo o restaurante é de vidro, com arquitetura rústica e da mesa dá para ver as ruinas. Ha visita guiada e a noite as ruinas ficam bem iluminadas. Fecha nas terças.   20160917_143617 20160917_143641

img-20160917-wa0025

Mantendo minha tradição de dar uma passadinha num supermercado em todas as cidades que eu vou, ui fazer umas comprinhas no “plazavea” (também poderia ter sido o “Wong”) para comprar alguns produtos típicos como o pisco sour, chocolates La ibérica e alguns vinhos nacionais. Nunca havia provado vinhos peruanos: alguns são de boa qualidade, mas fabricados em pequena quantidade, que não dá para exportação.

img-20160917-wa0091 img-20160917-wa0092

Se o céu estiver limpo (que não é tão frequente assim) dê um pulinho ao entardecer no Parque Del Amor, que tem uma vista linda do por do sol no oceano e tem os bancos inspirados na arquitetura de Gaudi, como em Barcelona.

20160916_215230

Jantamos no restaurante Rosa Náutica, construído num píer dentro do Pacífico, mas sinceramente, a qualidade da comida deixou a desejar. Aliás, o único lugar que a impressão geral de todos que nos acompanharam foi de decepção. Certamente seria um restaurante que eu não voltaria, apesar do lugar belíssimo que vale pelo momento fotográfico.

20160916_215410 20160915_225407

Assim terminamos nossa breve visita a este país cheio de encantos e alguns passeios vão precisar ficar para a próxima: O Santuário de Pachacaimg-20160917-wa0097mac (fica a 30 km ao sul de Lima), uma visita a Carral (que é a cidade mais antiga da
s Américas e fica a 3 horas de carro de lima) e ao bairro boêmio de Barranco (onde os artistas estão em permanente estado de inspiração).

Espero que as dicas e sugestões sejam úteis e adoraria receber seu feedback!

There are no comments yet. Be the first to comment.

DEIXE UM COMENTÁRIO